Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alfredo Marceneiro "O Patriarca do Fado"

Alfredo Marceneiro - Fado Larangeira

Vítor Marceneiro, 25.03.16

DEPOIS DE TE BEIJAR, A BOCA PURPURINA

UM NOME ALI GRAVEI, O TEU NOME ... MARIA

Digitalizar0026.jpg

 

Alfredo Marceneiro canta Fado Laranjeira

letra de Júlio César Valente e música  (Fado Laranjeira) de Alfredo Marceneiro

 

 

.

"LARANJEIRA FLORIDA"

 

Letra de: Júlio César Valente

Música: Fado Alexandrino Laranjeira de Alfredo Marceneiro

 

 

Em tenra a laranjeira

Ainda pequenina

Onde poisava o melro

Ao declinar do dia

Depois de te beijar

A boca purpurina

Um nome ali gravei

O teu nome Maria

 

Em volta um coração

também com arte e jeito

Ao circundar teu nome

A minha mão gravou

Esculpi-lhe uma data

E o trabalho feito

Como selo de amor

No tronco lá ficou

 

Mas no rugoso tronco

Eu vejo com saudade

O símbolo do amor

Que em tempos nos uniu

Cadeia de ilusões

Da nossa mocidade

Que o tempo enferrujou

E que depois partiu

 

E à linda laranjeira

Altar pregão d´amor

Que tem a cor da esperança

A cor das esmeraldas

Vão as noivas colher

As simbólicas flores

Para tecer num sonho

As virginais grinaldas     

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional, assim como registo na Sociedade Portuguesa de Autores, sócio nº 125820, e Alfredo Marceneiro é registado como marca nacional no INIP, n.º 495150.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.